Sentimos muito mas seu browser não é suportado pela Marsh.com

Para uma melhor experiência, por favor faça o upgrade para um dos seguintes browsers:

X

Seu Blog de Wellness

Segurança Baseada na Conduta

Por Claudia Espinoza Quinta-feira, Março 01, 2018

É possível criar ambientes de trabalho seguros que preservem a integridade de todos os colaboradores? Um dos objetivos de assegurar a saúde no trabalho é criar uma sólida cultura de prevenção, mas muitas vezes os esforços estão centrados no aprimoramento dos treinamentos e das ferramentas que são outorgadas aos colaboradores. Será que esta é uma solução completa? O que falta fazer para que trabalhem seguros?

A expressão “cultura de prevenção” faz referência a que todos os integrantes de uma empresa atuem de forma segura, mesmo sem supervisão e que, além disso, tenham incorporado estes hábitos em outros aspectos da vida, como respeitar sinais de trânsito, analisar os riscos e perigos no lar ou fazer que seus familiares saibam os telefones de emergência.

Meliá, J. L. (2007) fala sobre a teoria das três condições para um trabalho seguro:

•    Poder trabalhar seguro
•    Saber trabalhar seguro
•    Querer trabalhar seguro

As três são necessárias e nenhuma delas é suficiente por si só; o simples fato de falhar uma das três já impede a realização de um trabalho com segurança.

Muitas empresas têm treinamentos, especialistas qualificados e equipamentos seguros, o que cobre as duas primeiras condições. No entanto, precisam avançar na terceira condição: a conscientização dos seus colaboradores, da responsabilidade com a sua própria segurança e do seu ambiente, incentivando a prática de hábitos seguros neles. É assim que surge o Programa de Segurança Baseada na Conduta (SBC), que vem para complementar o conjunto de ferramentas para garantir um ambiente seguro e de qualidade.

É um programa orientado à motivação do trabalho partindo da prevenção e do controle dos riscos, indo além de fornecer sensibilização e conhecimentos, pois faz com o que as pessoas “queiram fazer”, com a sua atitude. Isto significa mudar os comportamentos e as atitudes em relação à prevenção, especialmente dos líderes e, consequentemente, de suas equipes de trabalho.
Um planejamento adequado, gestão eficiente e uma boa engenharia são fundamentais para prevenir acidentes, mas, além de tudo isso, o comportamento das pessoas, suas opções e atos, são essenciais para o estabelecimento de uma cultura de segurança com benefícios, não só no ambiente de trabalho, mas também no sentido mais amplo da vida.

A implementação do Programa de SBC constitui uma iniciativa inovadora, fornecendo importantes contribuições para o fortalecimento das práticas em segurança, já que trata do fator humano, revestindo-se de fundamental importância para a obtenção dos resultados desejados. Pretendemos contar com uma ferramenta que possibilite que as empresas assumam novos desafios na implementação deste tipo de programas, para atingir maiores e melhores resultados na Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho (SST).

Cabe ressaltar que a SBC não substitui o sistema de gestão das organizações, mas a complementa e contribui com indicadores como frequência de condutas seguras versus inseguras, participação refletida no número de observações programadas versus executadas, comprovação da aprendizagem nos treinamentos, impacto dos planos de ação e atividades programadas, impacto na cultura da segurança e no índice de frequência de acidentes de trabalho relacionados ao comportamento.

Como podemos ver, a SBC propicia a mudança de comportamentos por meio de metodologias de medição, intervenção e análise de condutas. Além disso, aplica técnicas de reforço positivo para as condutas seguras que previnem lesões e feedback positivo. Isto é, conversas que procuram criar consciência e, principalmente, que surjam das pessoas que cometem atos inseguros. Além disso, a SBC propõe consolidar uma cultura de prevenção focando na mudança de percepções e atitudes (pensamentos, valores, motivações), agregando valor ao Sistema Integrado de Gestão. A SBC é direcionada, também, a aumentar os conhecimentos em SST por meio dos processos de treinamento, procurando promover valores e sentimentos favoráveis à segurança através de campanhas constantes durante a sua implementação.

Com este programa é possível influir positivamente nos valores e crenças das pessoas, de forma tal que a SST se incorpore em seus hábitos, atitudes e comportamentos para a preservação da vida.