Sentimos muito mas seu browser não é suportado pela Marsh.com

Para uma melhor experiência, por favor faça o upgrade para um dos seguintes browsers:

X

Seu Blog de Wellness

Reforçando a Proposta de Valorização do Funcionário na Indústria de Energia

Por Xóchitl Carrasco Terça-feira, Abril 10, 2018

A Indústria de Energia enfrenta um dos desafios mais críticos, segundo as prospecções feitas pela Secretaria de Energia do México em seu planejamento de Reforma Energética: um rápido crescimento econômico, que irá gerar oportunidades de desenvolvimento e emprego.

No caso da geração de energia eléctrica através de meios renováveis, por exemplo, espera-se um crescimento na capacidade instalada para a geração de eletricidade de 16,953 MW (2015) para 20,950 MW (2029), de acordo com os dados divulgados no estudo: Prospectiva de Energias Renováveis 2015-2029, SENER.

Outro fator importante é que cada vez mais empresas transnacionais do setor energético preferem investir no México, já que aspectos como a excelente localização geográfica, os recursos naturais abundantes, o baixo custo industrial e a mão de obra qualificada, tornam este país um local interessante para países como a Espanha, Estados Unidos e Alemanha.

Além disso, o México conta com empresas de desenvolvimento de projetos e fornecedoras de equipamentos, das quais, algumas são investimentos de empresas nacionais em pequena escala.
Tudo isto deixa as empresas em posição privilegiada para o desenvolvimento da indústria energética.

Mas, para garantir a segurança e o futuro dos investimentos das companhias, é muito importante, dentre outros fatores, estabelecer estratégias que possibilitem obter e manter uma administração de riscos efetiva, começando pela identificação de seu Mapa de Riscos e, posteriormente, priorizar e posicionar os planos.

Dentro de esta análise, existe um ponto fundamental para o sucesso das companhias: seu principal ativo intangível, isto é, seu pessoal. Há alguns anos, muitos líderes de Recursos Humanos não efetuaram mudanças significativas em relação aos salários ou postos de trabalho, focando em contenções de custos. No entanto, este posicionamento fez com que poucas empresas estivessem em condições de focar no engajamento, desenvolvimento de carreira e atração e retenção de talentos.

Para acompanhar o crescimento, o desenvolvimento e a competitividade na Indústria de Energia, é fundamental que as empresas estruturem planos para enfrentar um dos desafios mais importantes da atualidade: a atração e retenção de talentos.

O que as empresas da Indústria de Energia podem fazer diante deste desafio?

É indispensável considerar que mesmo dentro de um mesmo setor, as empresas podem ser muito diferentes, já que elas têm características únicas que vão desde a cultura organizacional, estrutura, especialidade, até a sua composição e população. Isto requer uma consultoria especializada para encontrar o melhor foco e conseguir os melhores resultados. No entanto, algumas das ações que podem ser realizadas são:

• Alinhamento dos funcionários com os objetivos da empresa e valorização dos benefícios.

• Gestão do risco de benefícios.

– Colocação correta dos riscos, coberturas médicas com redes suficientes e saúde preventiva.

– Coberturas de seguros para o intercâmbio ou transferência de pessoal conforme o grau de especialização que a empresa requeira.

– Planejamento ou Novo Planejamento do programa de benefícios que permita abranger as necessidades dos distintos grupos geracionais e que permitam uma suave harmonização para as empresas que estão em vias de ter uma fusão ou aquisição.

– Plano de aposentadorias, no qual, a empresa adicione uma contribuição, além do valor que o funcionário contribui, com vantagens financeiras para o pessoal que está em vias de se aposentar.

– Alinhamento do programa local com os regionais ou globais.

• Gestão da mudança.

– Avaliação, definição e transição cultural.

– Comunicação.

• Estratégia de segurança de risco cibernético.

Uma correta gestão de pessoal nestas empresas, permitirá aproveitar o contexto atual da Reforma Energética, maximizar o seu desenvolvimento e potencializar o seu crescimento em nosso país.