Sentimos muito mas seu browser não é suportado pela Marsh.com

Para uma melhor experiência, por favor faça o upgrade para um dos seguintes browsers:

X

Seu Blog de Wellness

A Contenção de Despesas nos Programas de Bem-Estar

Por Israel Ramos Terça-feira, Janeiro 15, 2019

A tendência mundial de adquirir programas de bem-estar, ou wellness, está se tornando uma prática comum para mais organizações a cada dia.
O bem-estar é o equilíbrio e a plena harmonia entre saúde física, estabilidade financeira, saúde emocional e balanço vida-trabalho de qualquer indivíduo, entendendo este último aspecto como um equilíbrio entre a sociedade, os amigos, a família e o ambiente de trabalho de qualquer pessoa.

Levando em conta este importante conceito, é relevante considerar que há muito tempo os programas integrais de saúde e bem-estar vêm sendo desenvolvidos sob medida para as necessidades dos grupos de trabalho, com o objetivo de diminuir os riscos de saúde e os crescentes custos que as empresas investem em benefício do bem-estar de seus trabalhadores. No passado, estes planos eram considerados como um valor adicional que as organizações outorgavam aos seus colaboradores, mas atualmente, contar com uma inciativa deste tipo faz parte de uma estratégia imperativa e essencial para as empresas.

Atualmente, tanto na América Latina quanto na maior parte do mundo, as tendências de alta inflação na área médica comparado com a inflação geral têm uma forte relevância. No México, por exemplo, a cada ano a inflação médica vem sendo o triplo da inflação geral. Esta alta se deve principalmente a três fatores:

1. Os crescentes custos dos medicamentos, materiais, próteses e suprimentos em geral para o tratamento de pacientes hospitalizados.

2. O progressivo surgimento de doenças não transmissíveis (crônico-degenerativas) como os problemas cardiovasculares e metabólicos - diabetes mellitus, hipertensão arterial e o câncer -, bem como as adquiridas por maus hábitos ou acidentes - como as alterações musculoesqueléticas -, que elevam os custos de tratamento e acompanhamento.

3. A longevidade, cada vez maior na população, está apresentando o desenvolvimento de doenças em idades bem mais precoces, devido à crescente evolução tecnológica da medicina.

Por tudo isso, hoje é muito importante procurar a eficiência de custos por meio de estratégias de saúde devidamente fundamentadas, bem como programas de bem-estar direcionados especificamente às necessidades das pessoas, como a implementação de planos para a detecção oportuna do câncer, campanhas de vacinação, projetos de prevenção do estresse, bem-estar financeiro e de nutrição, só para mencionar alguns exemplos.

Projetando programas integrais de saúde

O futuro da saúde está direcionado para a implementação de programas integrais de bem-estar e prevenção, para a análise de dados e o contínuo desenvolvimento tecnológico que oferecerá um maior número de soluções digitais aos pacientes. Sendo assim, as companhias de seguros e a Previdência poderão revisar os seus planos de cobertura de saúde e vislumbrar incentivos para uma utilização racional dos seus serviços.