Sentimos muito mas seu browser não é suportado pela Marsh.com

Para uma melhor experiência, por favor faça o upgrade para um dos seguintes browsers:

X

Notícias & Informativos

Você dorme (realmente) bem?

 


Costuma-se pensar que dormir é um processo passivo. No entanto, o que acontece é justamente o contrário. Durante o sono, o organismo realiza centenas de processos como, por exemplo, a regeneração muscular, o fortalecimento do sistema imunológico por meio da produção de anticorpos e da regeneração celular. Portanto, o sono reparador garante o bom funcionamento do organismo e principalmente aumenta os níveis de energia.

Conforme o National Heart, Lung, and Blood Institute, a quantidade apropriada de horas de sono para as pessoas entre 18 e 60 anos é de 6 horas diárias. Esta quantidade não varia entre indivíduos e é considerada a mínima necessária para evitar qualquer tipo de complicações ou efeitos adversos dentro do nosso organismo.
Ignorar este tempo indispensável ou dar pouca importância ao descanso do nosso corpo pode chegar a acarretar em graves consequências à nossa saúde a médio e longo prazo, sendo as mais comuns: a manifestação de problemas gástricos, o aumento irracional do apetite e a perda de capacidades de rendimento nas atividades regulares das pessoas.

E, caso este mau hábito for mantido, é bem possível se deparar com casos de redução dos reflexos, diminuição da capacidade de concentração e danos irreparáveis à memória, sendo estes últimos mais comuns nos casos em que o período de descanso natural do cérebro foi negligenciado de maneira constante.  

O que podemos fazer para dormir bem?

Tome um banho antes de se deitar
Nada melhor para relaxar o nosso corpo que um bom banho quente! É que, assim como diz a cultura popular, um banho pode ser o melhor instrumento para regular a temperatura do organismo, relaxar as tensões musculares e facilitar, assim, a manifestação da vontade de dormir.

Encontre uma posição confortável ao deitar
Segundo especialistas do estudo do sono, usar cobertas pesadas em um ambiente frio simula a sensação de proteção que sentíamos quando ainda éramos crianças, disparando um gatilho dentro do nosso cérebro que nos permite entrar em confiança para descansar.

Medite e reflita antes de se deitar
Um dos principais fatores que pode nos impedir de pegar no sono facilmente são as preocupações do dia a dia que costumamos carregar para casa depois do trabalho. Para evitar que isso afete de modo negativo as suas horas de sono, medite ao menos uns 8-10 minutos todos os dias antes de se deitar, reconheça e valorize as suas conquistas do dia e, principalmente, foque nas metas viáveis do dia seguinte. Este exercício diário ajuda a relaxar e, paulatinamente, a garantir uma sólida e saudável rotina de sono.

Afaste-se dos dispositivos móveis
Nesta era digital e de hiperconectividade 24/7, não é de se estranhar que a constante exposição às telas e luzes dos dispositivos móveis antes de dormir seja um dos principais fatores para a perda e os transtornos do sono. Por isso, é fundamental que os dispositivos móveis sejam mantidos longe de sua cama. É muito melhor ter um relógio despertador tradicional e optar por ler um livro antes de dormir ao invés de navegar na internet.