Sentimos muito mas seu browser não é suportado pela Marsh.com

Para uma melhor experiência, por favor faça o upgrade para um dos seguintes browsers:

X

Notícias & Informativos

Por que é Indispensável Conversar Sobre a Saúde Mental?

Quinta-feira, Dezembro 14, 2017

As enfermidades mentais representam um rol significativo na área da medicina contemporânea e ainda que no campo médico estas sejam consideradas como doenças, no dia-a-dia as pessoas tendem a se referir a elas de maneira estigmatizada. Segundo a Organização Mundial da Saúde, se reconhece como transtorno mental a síndrome ou padrão de caráter psicológico sujeito a interpretação clínica, que no geral, está associado a um mal estar ou estado anímico.

Esta mesma organização também indica que ao menos 1 a cada 10 pessoas padece deste tipo de aflições e que a marginalização e ignorância alimentam uma negligencia social, contrária aos conceitos científicos que reconhecem estas questões como problemas reais da sociedade atual.

Então, por que é importante a discussão sobre a saúde mental?

1. Ajudar a reconhecer sua incidência
Muitas vezes, chegamos a esquecer que dentro de nosso entorno, sem nos darmos conta, é muito provável que haja uma pessoa que sofre com algum tipo de enfermidade mental. Conversar e reconhecer nossas próprias aflições pode ajudar que alguém mais introvertido não se sinta tão sozinho em seu problema e eventualmente tenha força para reconhecê-lo.

2.  Eliminam-se os estigmas
Quadros como depressão e fobia social ou problemas de neuroses, são doenças mentais associadas a certos estereótipos sociais e, mesmo que sejam enfermidades que não tenham nenhuma relação com estes estigmas, acabam rotulando, marginalizando e recriminando aqueles que são afetados por estas doenças.

Explicar e conversar sobre este tema em nossos círculos sociais, ajuda não somente a eliminar lentamente o estigma, como também garante que isto seja visto como um problema externo e comecem a considera-lo como uma aflição que qualquer um pode estar sujeito a experimentar.

3.  Procure por orientações profissionais
Muitas vezes, as doenças mentais chegam a ser diminuídas em círculos sociais por serem consideras “formas de chamar a atenção” e outras desculpas. Ao buscar entender e conversar sobre estes quadros, você pode motivar as pessoas que apresentem certos sintomas a receber ajuda profissional.
Os estigmas sociais fazem com que estas doenças, assim como os tabús que nascem a partir do silêncio, se multipliquem como ervas daninhas em nossa sociedade; mostrando que este problema, assim como qualquer outro, pode começar a ser solucionado com uma boa conversa.

PRÓXIMO

Dicas Saudáveis para as festas de Fim de Ano

Quinta-feira, Dezembro 21, 2017

ANTERIOR

5 dicas para ter uma vida normal sendo diabético

Segunda-feira, Dezembro 04, 2017