Sentimos muito mas seu browser não é suportado pela Marsh.com

Para uma melhor experiência, por favor faça o upgrade para um dos seguintes browsers:

X

Notícias & Informativos

Dia Mundial do Câncer de Mama: O que Sabemos sobre esta Doença e como Podemos Enfrentá-la?

 


O câncer de mama é um dos temas mais recorrentes nos informáticos de saúde ao redor do mundo. Isto acontece, pois é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres, tanto nos países desenvolvidos quanto nos em desenvolvimento.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) argumenta que parte deste registro de alta incidência se deve ao aumento da expectativa de vida, ao avanço da urbanização das grandes cidades e à adoção de estilos de vida ocidentais, que englobam um maior consumo de alimentos processados.

Apesar dos avanços tecnológicos na área de tratamento e detecção precoce desta doença, em paralelo, também é possível notar que em diversos casos, as estratégias de redução do risco deste tipo de câncer nem sempre podem ser aplicadas em países de renda média ou baixa, nos quais o diagnóstico costuma ser realizado em fases avançadas.

Dentro deste contexto é importante ressaltar que a detecção precoce do câncer de mama foi e continua sendo um dos principais pilares na em qualquer medida ou estratégia social para o tratamento da doença.

Dia Mundial do Câncer de Mama: Quais fatores de risco são associados a esta doença?

1) A idade. Este, talvez, seja considerado o principal fator de risco desta doença, aumentando as possibilidades de manifestação deste quadro em função da idade da paciente.

2) Antecedentes genéticos. Estima-se que mulheres com casos registrados de câncer de mama na família possuem maior probabilidade de padecer desta doença, especialmente se o parentesco for de mãe, filha ou irmã.

3) Fatores reprodutivos e hormonais. A exposição por longo tempo a estrógenos e endógenos como em casos de menopausa tardia é considerado um fator de risco representativo de câncer de mama.

4) Densidade mamária alta. O volume elevado dos seios está relacionado com maiores probabilidades de câncer de mama.

5) Exposição a radiações ionizantes. Especialmente durante a puberdade aumenta em alta medida o risco de desenvolver tecido cancerígeno dentro dos seios.