Sentimos muito mas seu browser não é suportado pela Marsh.com

Para uma melhor experiência, por favor faça o upgrade para um dos seguintes browsers:

X

Notícias & Informativos

5 dicas para ter uma vida normal sendo diabético

Segunda-feira, Dezembro 04, 2017

Quando um paciente é diagnosticado com diabetes, uma das primeiras reações é sentir uma forte tristeza, ao pensar que assim como nos casos de doenças mais graves, sua vida mudará para sempre.

Apesar dos quadros de diabetes serem delicados, um paciente diagnosticado que conte com cuidados apropriados pode chegar tranquilamente a ser o protagonista de um dia-a-dia normal para o resto de sua vida.

Conheça 5 dicas para ter uma vida plena, sem se preocupar por ter diabetes:

Estabeleça uma relação próxima com seu médico
A maioria das pessoas que sofre com as consequências desta doença tende a deixar de efetuar suas visitas periódicas ao médico, necessárias para a revisão e controle de seu quadro.

Isto pode ser fatal para o desenvolvimento da enfermidade, já que só um médico estudado e que conheça os detalhes do paciente pode dar as devidas recomendações para aprimorar o estilo de vida de seu paciente.

Invista em um estilo de vida saudável
Atividades físicas regulares podem ser um dos pilares primordiais para que a pessoa que tem diabetes tenha uma vida mais saudável. Realizar uma série simples de exercícios de 3 a 4 vezes por semana, ajuda a eliminar toxinas e a regular processos hormonais do organismo do paciente.

Regule sua alimentação

A alimentação é um ponto focal de saúde de um paciente de diabetes; recomenda-se que haja o consumo regular de cereais integrais, frutas com baixo teor de frutose, verduras com pouco amido, carnes brancas, porções moderadas de lácteos e poucos condimentos que contenham muito sódio.

Lembre-se: Nem tudo é proibido

A diabetes não é uma doença que desencadeia proibições vitalícias, como nunca mais provar doces na vida. A solução é encontrar substituições que existem no mercado que permitam que o paciente desfrute de suas vontades, sem colocar sua saúde em perigo.

Busque apoio emocional
Ser diagnosticado com esta doença pode ser um golpe forte na vida do paciente e as emoções negativas geradas podem acarretar em problemas físicos e psicológicos. Por isto, é indispensável que o paciente estabeleça uma conexão com suas famílias e amigos; gerando um pilar emocional com base nas pessoas, que sem dúvida alguma, consideram o paciente uma pessoa importantíssima em suas vidas.


PRÓXIMO

Por que é Indispensável Conversar Sobre a Saúde Mental?

Quinta-feira, Dezembro 14, 2017

ANTERIOR

Dia Mundial da Luta contra AIDS

Sexta-feira, Dezembro 01, 2017