Sentimos muito mas seu browser não é suportado pela Marsh.com

Para uma melhor experiência, por favor faça o upgrade para um dos seguintes browsers:

X

Estudos

Tendências Médicas pelo Mundo 2018

 


• Os custos médicos cresceram 9.5% em 2017 a nivel global, quase três vezes a taxa da inflação média global.  
• A saúde mental é o terceiro fator de risco que mais afeta os custos médicos dos planos de saúde coletivos.
• O investimento em análises e dados e a adoção de estratégias integrais de saúde e bem-estar, fatores críticos para que as empresas gerenciem os crescentes custos dos Planos de Saúde e Benefícios para os funcionários.

O estudo de Tendência Médicas ao redor do Mundo 2018  da Mercer Marsh Beneficios (MMB) fornece informações sobre os custos médicos, os fatores de riscos que mais impactam os mesmos e os principais temas relacionados à saúde.

O objetivo deste relatório é ajudar as empresas a compreenderem e controlarem melhor os custos de seus Planos de saúde corporativos e a desenharem estratégias de Saúde e Bem-Estar mais efetivas, que gerem um maior impacto na qualidade de vida de seus funcionários e satisfaçam as demandas da força de trabalho cada vez mais diversa e digita.

A inflação médica nos países da América Latina em 2018 ficará 2,4 pontos percentuais acima da média global. Enquanto que os custos médicos hospitalares nos países-latino americanos terão um reajuste médio de 11,5%, no mundo o reajuste será menor (9,1%) segundo estimativas do relatório internacional Medical Trends Around the World da consultoria Mercer Marsh Benefícios. O levantamento é resultado de uma pesquisa com 225 operadoras de planos de saúde em 62 países da América Latina, América do Norte, Europa, Ásia, Pacífico e Oriente Médio.

De acordo com o relatório, o Brasil terá o segundo maior índice entre os países latino-americanos, com uma inflação estimada em 15,4%, atrás apenas da Argentina com 26,0%.