Sentimos muito mas seu browser não é suportado pela Marsh.com

Para uma melhor experiência, por favor faça o upgrade para um dos seguintes browsers:

X

Estudos

Igualdade de Gênero: Por que é Importante Debater e Contribuir?

 


Durante o mês de março, quando é comemorado o Dia Internacional da Mulher, intensificam-se os debates sobre a necessidade de igualdade de gênero e o papel da mulher na sociedade. Essas discussões são permanentes e devem estar, indispensavelmente, no topo da agenda de prioridades das lideranças de RH. Não por acaso, a ONU Mulheres, criada como parte da agenda de reforma da Organização das Nações Unidas, formou, junto às companhias signatárias do Pacto Global, os “Princípios de Empoderamento das Mulheres”.

Esse grupo de princípios, destinado ao meio empresarial, oferece orientação sobre como empoderar as mulheres no ambiente corporativo, no mercado de trabalho e na comunidade, sendo o resultado de uma colaboração entre a Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e Empoderamento das Mulheres (ONU Mulheres) e o Pacto Global das Nações Unidas.

Empoderar mulheres e promover a equidade de gênero em todas as atividades sociais e da economia, de acordo com estes princípios, além de melhorar a qualidade de vida de mulheres, crianças e homens, fortalece efetivamente as economias, impulsionando os  negócios e  promovendo o desenvolvimento sustentável.

No ambiente empresarial isso não é diferente. Quando as mulheres prosperam, os negócios também prosperam. E essa foi a tônica da participação da Marsh McLennan Companies (MMC) nesta edição do World Economic Forum de Davos, na Suíca, que liderou diversas discussões relativas à igualdade de gênero e o papel da mulher na sociedade. A Mercer, empresa do Grupo MMC, líder global em serviços de consultoria nas áreas de capital humano, benefícios e investimentos, compartilhou com os presentes mais uma edição do When Women Thrive, Business Thrive, o principal estudo internacional que trata do tema diversidade de gênero e divide melhores práticas, perspectivas e tendências - parte do estudo revela que somente 28% das empresas no mundo têm representatividade feminina em funções executivas, e apenas 22% conduzem pesquisas para saber mais sobre as necessidades específicas de benefícios para as mulheres.

No Brasil, em 2015, a Mercer Marsh Benefícios™, empresa que resultou da junção das habilidades e conhecimentos das equipes da Mercer e da Marsh, conduziu o estudo “Diversidade de Gênero e os Pilares da Saúde e Equilíbrio de Vida” para compreender como as empresas estão estruturando seus benefícios para as mulheres sob a ótica do equilíbrio da vida pessoal, profissional e de cuidados com a saúde. A pesquisa concluiu que os pacotes de benefícios específicos para as mulheres ainda estão em estágio incipiente nas empresas. Um dos principais gaps está na falta de entendimento das empresas de que as diferentes fases da vida pessoal da mulher podem prejudicar a sua vida profissional. Por isso, a questão da remuneração, do desenvolvimento de carreira e, em especial, a saúde e o equilíbrio de vida, são pontos que devem estar na pauta dos gestores de recursos humanos daqui para frente, com um olhar especial para a diversidade de gênero. Mulheres e homens possuem habilidades diferentes, porém igualmente importantes para as empresas. No ambiente de trabalho, as mulheres, particularmente, necessitam de condições que as possibilitem equilibrar os múltiplos papéis na vida pessoal ao longo de sua trajetória profissional.

A questão de diversidade de gênero tem adquirido um grande destaque no meio corporativo. Cada vez mais, as empresas compreendem que iniciativas focadas na equidade de gênero impactam de forma positiva em seus resultados. Nesse sentido, ressaltamos a importância de começar a pensar e agir diferente em relação ao tema e utilizar novas abordagens e soluções para a igualdade de gênero e o papel da mulher na sociedade.

Como recomendações, promova lideranças realmente engajadas em apoiar e a gerenciar o tema, amplie o conhecimento e o entendimento da organização sobre o que é preciso ser feito para apoiar e incentivar a permanência da mulher no mercado de trabalho, implemente novos programas e benefícios alinhados com as necessidades específicas do público feminino e, com o intuito de promover um ambiente mais favorável, baseie sua estratégia de diversidade de gênero e prioridades em análises robustas da sua força de trabalho.